11 comentários em “Aquaman agora é polêmico

  1. Acho que não foi intencional do Geoff Johns. Acredito que quando estava escrevendo a história ele não pensava : ” Vou sacanear esses árabes!”.

    Foi apenas a mentalidade americana em ação. Acreditar que são o centro do mundo e tudo o que fazem é melhor que qualquer outra.

    O que me incomoda é essa falta de percepção que o americano tem de como a sua cultura infuencia o mundo e o quanto ela chega longe.

    “Existem nós e o resto.”

    Quando o Brasil ou brasileiros são citados ou apresentados isso me chama a atenção. Pode soar fanboyzise, mas e dai? É legal.

    Mas como não fui ainda no Sebo do Dr. Manhattan não sei qual era o contesto da história. Só porque UMA persoangem iraniana morreu não signifique que essa “minoria” não seja abordada futuramente.

    Seria o politicamente correto em ação?

    • Cara, não tenho certeza sobre o politicamente correto. Acho que o cabrón da carta mencionou seu descontentamento principalmente por causa da visão ruim que existe do Irã (e do islã de forma geral) e o “desperdício” de poder aprofundar um personagem, desmistificando algumas coisas.
      Tanto é assim, que o próprio reclamante menciona que não teria problemas em serem heróis, vilões, ou morrerrem novos personagens iranianos, mas que foi um desserviço não aproveitar a oportunidade e matá-la somente como um ponto de apoio ao roteiro.

    • Também concordo Felipe. Mas o contexto político envolvendo Irã (e os muçulmanos) vs USA poderia ter tido um tratamento melhor. Diria que foi realmente um desperdício de uma oportunidade razoável…
      Mas tudo pode mudar, dado que não necessariamente ela não possa voltar.

      • O que é pior: surgir e logo morrer ou ficar “viva” e se tornar um personagem relevante tipo… a afegã Pó, dos X-Men (que é tão importante quanto o Nerd Reverso – Quem?)?

  2. Poderoso Porco matou a Ariadna? Esse Ivan Reis…

    Falando sério, acho isso muito mimimi.

    Cara, você está incomodado porque a Johns criou um personagem da sua nacionalidade e ele durou oito páginas? E quantos personagens costumam surgir em uma história e morrer sem ter direito a uma denominação, pleo menos? Leis as “Crises” da DC e você vai entender do que estou falando. Lembro que na primeira (e melhor e única realmente relevante – claro que estou falando de Crise Nas Infinitas Terras) o Wolfman e o Pérez passaram diversas vezes por quadros em que surgiam personagens de diversas etnias, nacionalidades e mundos diferentes. E muitos deles já apareciam mortos ou moribundos.

    Considerando tudo, a iraniana ainda teve uma participação digna. Querer agora criar um mimimi encima disso equivale a dizer que o Johns (e qualquer outro roteirista de HQ) fica desde já obrigado a, quando criar personagens de outras nacionalidades, dar-lhes a imortalidade.

    Na boa, “moça” (acho que é mulher, mas como o Poderoso Porco concorda com esta opinião, considerei as aspas essenciais), com tanta coisa horrível que acontece no SEU país, tais como censura, perseguição religiosa, preconceito contra a mulher, investimento em tensão nuclear, etc. etc., você vai se indignar porque a DC lançou e matou na mesma edição um “compatriota”?

    Odeio preconceito. Acho que o próprio termo mostra sua imbecilidade (você ter um “pré” conceito não embasado de algo que você desconhece e se recusa a realmente entender é passar atestado de ignorância). Mas sempre lembro que o preconceito é uma via de mão dupla e que há idiotas em ambos os lados. Como o Samuel L. Jackson afirmando categoricamente que votou no Obama simplesmente porque ele é negro, esquecendo que ele é político e que, aqui, NENHUM é mesmo grande coisa.

    Mas também acho preconceituoso enxergar preconceito em tudo.

    • Sabe o que é mais triste nisso tudo? Escrevi um tema do Podegoso Pogco! huahuahuhu

      Taí, Jjota. Concordo contigo. O lance, pelo menos para mim, é que o Johns perdeu uma oportunidade de ter um personagem islâmico que poderia ser mais relevante na história do MAIOR herói da DC. Entretanto, isso tb é um mimimi, pois nada impede que esta seja a motivação para mostrar ainda mais a personagem e o porquê do Aquaman ficar pt da vida para vingá-la e DeCepar a cabeça do Arraia Negra…

  3. Pingback: Resenha Enxuta: Aquaman #1-12 - Baile dos Enxutos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s