10 comentários em “Do Baú – Westerns: O Gênero Morreu no Velho Oeste?

  1. Até onde lembro, Os Imperdoáveis foi o último filme acima da média que foi feito ao bom e velho estilo Western (ou bang bang, como falávamos na vila).
    A onda de filmes recheados de efeitos especiais e óculos 3d de certa forma espremeram uma fatia do mercado de filmes, gerando alien versus cowboys da vida e menos Keoma e afins.
    Um bom roteiro não precisa de muletas.
    E pra quem não conhece os clássicos italianos onde o coro comia, yú tubiu…
    fora isso, KEN PARKER…
    leitura obrigatória..

    • Comentei com o Moe sobre 3:10 to Yuma (os indomáveis) que é o mais recente de western que me lembro e é um filme muito bacana.

      Realmente é uma pena que os estúdios tenham esquecido desse gênero tão bacana.
      Mas ainda sonho com um último filme do Clint, mesmo atrás das câmeras, de western antes dele bater as botas.

  2. Porra, Moe. Curto muito westerns, mas vou discordar de três coisas na sua lista:

    a) Sete Homens e Um Destino é foda, mas não chega aos pés de Meu Ódio Será a Sua Herança, que, além de violento (o sangue saltando é a coisa mais plasticamente fantástica que eu já tinha visto), ele fazia bem aquela ligação de fim de época, pegando a fase final do velho oeste pra salientar que este tipo de filme tmabém estava sumindo em Hollywood;

    b) Você não poderia, mesmo, ter escolhido qualquer outro filme do Eastwood em detrimento de Os Imperdoáveis, que é um clássico completo do começo ao fim;

    c) Jonah Hex é foda (e agradeço a Panini, tão criticado merecidamente, por ter escolhido o formato ideal de publicação, sem assaltar os colecionadores… desta vez), mas Tex… Cara, Tex não só é icônico como possui algumas histórias fantásticas. Você encontra de tudo em Tex e ele está longe de ser um personagem tão raso quanto Hex é (desculpe, mas mesmo achando foda as histórias atuais, o Hex é raso, sim). Além de bem situadas historicamente e bem desenhadas, as histórias possuem a dosagem certa de humor (principalmente quando Tex divide suas aventuras com Kit “Cabelos de Prata” Carson) e violência. Além disso, consegue incluir magia, história e até (pasmem!) apelos ecológicos de uma maneira inteligente, que não ofende o leitor.

  3. Está é certo meu filho, Não se faz mais western como antigamente!!!No meu tempo de jovem era muito melhor!!! Mas acho que duas exceções : Silverado, da decada de 80, que tem uma pegada bem agitada e com muita referencia as convenções do gênero;
    e apelando para esse moço, o tal de massavéio(que duvido que seja véio como eu): Django untamed. é doido, só o que posso dizer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s